Marcelo Odebrecht entrega o senador Renan Calheiros

A Procuradoria Geral da República (PGR) incluiu novos e-mails de Marcelo Odebrecht no inquérito que investiga o senador Renan Calheiros (MDB-AL) e o filho dele, o governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), por corrupção e lavagem de dinheiro.

Para a PGR, as informações contidas nos e-mails mostram “atuação concertada” de Renan e de Romero Jucá (MDB-RR) para beneficiar a empreiteira.

O inquérito foi aberto em abril do ano passado, após a delação de ex-executivos da Odebrecht.

Segundo os delatores, a empreiteira realizou doações oficiais para a campanha de Renan Filho após discutir com o senador uma atuação favorável aos interesses da empresa no Senado, informa o “G1“.

06/12/2018